sexta-feira, 23 de maio de 2014

O que é a bíblia? Parte 12. Tribos e violência (por Rob Bell)



Série de reflexões sobre a Bíblia, escrita e publicada originalmente em inglês, no tumblr, pelo próprio autor Rob Bell e sua equipe. (http://robbellcom.tumblr.com/post/66107373947/what-is-the-bible).
Transcrito e adaptado para portugues por Marcus Vinicius Epprecht com autorização do autor. Proibida a reprodução para fins comerciais ou qualquer forma de ganho sobre este texto sem a autorização expressa do autor e do tradutor.
Revisado por Felipe Epprecht Douverny e Fernanda Votta Epprecht.
Publicado em português simultaneamente nos seguintes endereços:




Parte 12. Tribos e violência




O SENHOR disse a Abrão: Vai ...
Abrão partiu ...
Gênesis 12

Vamos falar sobre tribos. No antigo Oriente Próximo, a sua tribo era sua família, sua linhagem, sua casa, sua identidade, sua tribo era tudo. E todos pertenciam a uma tribo.

Você trabalhava para o bem-estar de sua tribo, assim como todos os outros da tribo. Você acumulava posses, travava batalhas, fazia alianças, tudo em nome da preservação tribal. E se você fizesse algo inaceitável, algo vergonhoso, isso refletiria negativamente sobre sua tribo.

Agora, Gênesis 12. Segundo a história, Deus chama um homem chamado Abrão para ser o pai - líder - de uma nova tribo (Abrão mais tarde teve seu nome mudado para Abraão, e ele teve muitos filhos, e muitos filhos tem como pai a Abraão, e eu sou um deles, e você também ... ) ( eu não pude resistir.) ( Se você perdeu esse momento de puro humor não adulterado, essa é uma frase de uma música em que você repete esse verso várias vezes, cada vez mais rápido, até que todos desmaiam. Bons tempos.).

Mas, em seguida, a promessa a Abrão ganha um acréscimo:

e todos os povos da terra serão abençoados por meio de você.

Tribos (também chamadas de nações nas Escrituras Hebraicas) naquela época existiam para o seu próprio bem-estar e preservação. Esta tribo, aquela que Abrão lideraria, seria diferente. Esta tribo existiria para abençoar todas as outras tribos.

Esta era uma idéia nova.

Conforme essa tribo dos filhos de Abrão foi crescendo, eles levaram consigo este sentido de chamado, este sentido de que eles eram diferentes, que tinham um papel único a desempenhar no mundo.

Lembre-se, na história do Gênesis, no capítulo antes de nos encontrarmos com Abrão, a humanidade havia perdido o seu caminho, a tal ponto que eles estavam construindo uma torre para serem deuses eles mesmos. Então, se a humanidade tomou o rumo errado, como você pode mudar as coisas? Você começa uma nova tribo, uma nova humanidade, uma tribo que se moveria com, e não contra, Deus.

Agora, um pouco mais sobre as tribos.
Tribos tinham deuses e deusas, forças que eles seguiam e adoravam, e que eles acreditavam que os guiavam e protegiam. Então, quando você ia para a batalha contra outra tribo, geralmente por causa da terra ou acesso a recursos ou riquezas, você estava travando a batalha com eles, mas ao mesmo tempo o seu deus estava confrontando o deus deles. (Esse é o subtexto da história de Davi e Golias.) E quando você ganhava, você os exterminava e levava todas as suas coisas. Por quê? Porque se você deixasse alguns dos homens vivos, mais tarde eles se uniriam, talvez o filho do rei que foi morto se tornaria o líder e viria para obter a sua vingança. Você não podia arriscar. Ou talvez você matasse os homens, mas levasse as mulheres. E os burros, e tudo aquilo que você queria. Aqueles eram chamados de espólio de guerra. Havia regras sobre como isso funcionava, porque as tribos vinham fazendo isso dessa forma por um longo tempo.

Brutal? Sim.
Violento? Sim.
Primitivo? Sim.
Bárbaro? Sim.

Sua identidade tribal não dizia respeito apenas a sua linhagem e seus deuses, mas também a sua segurança. O mundo era extremamente perigoso e sem a proteção de uma tribo você podia facilmente tornar-se escravo de uma outra tribo ou pior. Isso não era como a escolha de um partido político moderno ou afiliação religiosa - sua sobrevivência estava em jogo. Quando você lê as histórias do Antigo Testamento sobre isso e aquilo, acumular tantos homens de combate e uma certa quantidade de espadas ou cavalos ou camelos ou fazer uma aliança com este ou aquele rei , este não era um hobby. Era uma decisão de vida ou morte. Matar ou morrer. E não importa quantas batalhas que você lutasse e ganhasse, você sempre estaria a uma batalha de ser esmagado pelo inimigo e ver sua tribo inteira exterminada, ou alguns de vocês sendo mortos e o restante sendo levado para ser assimilado à tribo dos conquistadores. (É por isso que a hospitalidade era tão importante, quando estranhos vagavam em seu acampamento você os convidava e cuidava deles, e fazia com que eles fossem bem tratados porque o menor desprezo ou falta de hospitalidade poderia desencadear sabe-se lá que tipo de violência ou conflito inter- tribal. Que é o que está acontecendo na história sobre Sodoma e Gomorra ... )

Imagine o que aconteceria se a tribo vizinha obtivesse uma nova tecnologia, como o ferro ou bronze. Seria terrível, sabendo que, se houver batalha, você seria superado por eles. Todo o seu modo de vida estaria em jogo (que é a tensão entre os filisteus e os israelitas durante a história de Davi e Golias).

É nesse mundo, nesse momento, que nós lemos a história de um homem chamado para ser o pai de uma nova nação, uma nova tribo, aquela que existiria não apenas para a sua própria autopreservação, mas para um propósito muito mais elevado de abençoar todas as outras tribos.

Essa é a história da tribo de Abraão, também chamada de Israel.

Você pode ver como essa idéia era radical?
Você pode ver como essa idéia teria levado um tempo para pegar? (E você pode ver por que Jesus continua lembrando o seu povo da sua vocação original?)
Você pode ver o quão difícil seria fazer este tipo de salto em uma cultura em que a afiliação tribal e preservação haviam sido o valor mais alto até então?
Você pode ver como não importa o que tinha sido dito sobre quem você é e qual a sua vocação, você ainda teria um filtro, uma lente, uma forma pela qual você via o mundo?

Você pode ver como teria sido fácil vencer uma batalha e matar todo mundo na tribo que você derrotou e, em seguida, dar o crédito ao seu deus, mais tarde contando histórias sobre como o seu deus lhe disse para fazê-lo?

Estamos apenas começando.



Nenhum comentário:

Postar um comentário