sexta-feira, 4 de abril de 2014

O que é a bíblia? Parte 7. A Natureza Revolucionária do Livro de Levítico (por Rob Bell)


Série de reflexões sobre a Bíblia, escrita e publicada originalmente em inglês, no tumblr, pelo próprio autor Rob Bell e sua equipe. (http://robbellcom.tumblr.com/post/66107373947/what-is-the-bible).
Transcrito e adaptado para portugues por Marcus Vinicius Epprecht com autorização do autor. Proibida a reprodução para fins comerciais ou qualquer forma de ganho sobre este texto sem a autorização expressa do autor e do tradutor.
Revisado por Felipe Epprecht Douverny e Fernanda Votta Epprecht.
Publicado em português simultaneamente nos seguintes endereços:

 
Parte 7. A Natureza Revolucionária do Livro de Levítico



Levítico não é um excelente exemplo de por que o Antigo Testamento é tão arcaico e irrelevante?
Quem em sã consciência coloca Levítico e revolucionário na mesma frase?

Eu.

Agora, vamos lá.

Levítico começa com extensas (para ser honesto: “chatas”) instruções sobre como oferecer 5 tipos de sacrifícios - o holocausto (oferta queimada), a oferta de cereais, a oferta pacífica (de paz), a oferta pelo pecado e a oferta pela culpa. Queimar, pecado, culpa – está para acontecer uma festa ou o quê?

Além disso, existem muitos versos de instruções sobre o que fazer com a gordura (do animal que você está oferecendo), as entranhas (do referido animal), a pele que cobre o fígado (da pessoa, estou apenas brincando com você ... ) e o sangue. Do animal. Montes e montes de sangue.

Duas notas sobre o texto:
Primeiro, o livro começa com o SENHOR (este nome de Deus está intimamente ligado com o Deus que salva as pessoas de tudo o que as está escravizando …) dizendo a Moisés para dizer ao povo:

Quando você trouxer uma oferta ao SENHOR …

A palavra para oferecer aqui na língua hebraica é a palavra corban e significa aproximar-se.

Aproximar-se?

Os deuses naquela época eram tidos como distantes, isolados e constantemente precisando ser apaziguados. Você nunca sabia como você estava com os deuses …

Mas esse Deus diz que você pode aproximar-se? Você pode? Essa era uma idéia nova.

Uma pausa para refletir. Nós entramos em apenas um versículo e nossas mentes estão sendo mudadas. As pessoas não falam sobre os deuses dessa forma. As pessoas não concebem deuses como esse.

Esse Deus é diferente.
Você pode se aproximar desse Deus.
Você pode se relacionar com esse Deus.

O que leva a uma segunda observação sobre o texto: uma das ofertas é chamada de oferta de paz. É uma oferta que você dá porque você tem paz com Deus. Uma das instruções no capítulo 7 sobre esta oferta de paz é que a carne que você ofereceu

deve ser comida no dia em que é oferecida.

Como se chama quando você come alguma coisa? (Não é uma pergunta capciosa.)

Chama-se uma refeição.

Você aproxima-se desse Deus, então você faz uma refeição celebrando a paz que você tem com esse Deus.

Em outras palavras, você pode saber como você está com esse Deus. Mas e se de repente você percebe que você fez algo de errado há vários dias, como você conserta isso? Há uma oferta para isso. E se você fez alguma coisa sem intenção que acabou prejudicando alguém, mas só agora descobriu? Há uma oferta para isso. E se você tem um profundo sentimento de ansiedade em sua consciência em relação a algo que faça você se sentir culpado? Há um app – ha! ha! - não, há uma oferta para isso também.

Agora, eu estou supondo que você está prestes a apertar o botão modernidade, dizendo algo como: mas por que tudo é tão primitivo e sangrento?
Sim, é claro que era, isso foi há muito, muito tempo atrás.

Mas por que todos os detalhes intermináveis?
A crença era que os deuses podiam feri-lo a qualquer momento, por um gesto impróprio ou um sacrifício oferecido de forma descuidada. É assim que as pessoas viam os deuses. Uma escorregada e você estava frito! Os detalhes teriam um efeito calmante significativo, assegurando que você está fazendo isso corretamente e não trazendo ira desnecessária sobre si mesmo.

Por que toda essa repetição que faz com que seja tão difícil de ler o livro sem cochilar?
Bem colocado. Por que eles simplesmente não procuraram nos seus iPads? Na verdade, a resposta está na pergunta: a cultura era oral, principalmente neste momento. A repetição tornava mais fácil memorizar e, em seguida, passar para a próxima geração.

Por que eles simplesmente não ignoraram todo o sistema sacrificial de uma vez?
Isso teria sido incrível. Apenas desfazer-se da coisa toda. Anunciar que o sacrifício final foi oferecido e não há mais necessidade de fazer essas coisas. Declarar que o templo vai ser demolido. Proclamar que acabou.
Oh, espere, estamos nos adiantando um pouco, não estamos? (Por favor me diga que você gostou último parágrafo).

Então, por que eles não ignoraram isso?
Bem, como você acha que se mudam as coisas? Como você muda uma consciência inteira? Como você muda toda uma maneira de conceber as coisas à qual as pessoas tinham se apegado desde que podiam se lembrar? Você apenas anuncia que uma era terminou e outra começou? Ou você encontra as pessoas onde elas estão, na língua que falam, nas formas que estão acostumadas, para depois gradualmente introduzir novas ideias que as ajudem a fazer mudanças passo a passo?

Então Levítico é um passo?
Foi um passo adiante revolucionário na consciência humana daquela época,
convidando as pessoas a considerar uma concepção do divino completamente nova.

É isso que São Paulo queria dizer quando ele disse que a lei (Levítico , etc...) era um tutor?
Agora nós estamos esquentando! Um tutor chega e se encontra com você onde você está e o ajuda e o guia para o próximo lugar. O tutor é necessário por uma temporada, mas então você evolui, você cresce, você se adapta, você ganha maturidade, apenas para descobrir que você não mais precisa do que você precisava.

Agora que estamos na sétima parte desta série, parece que há uma linha crescente em todas essas histórias, como se o que une todas elas é que cada andar ou livro, neste caso, refletisse um crescimento, uma expansão, um esclarecimento da perspectiva sobre Deus.
É essa a pergunta? Porque esse caminho é grande, e quando você se põe nesse caminho, ela pode mudar totalmente o modo como você vê tudo. Para isso, vamos precisar de outra seção.





Nenhum comentário:

Postar um comentário